Sala de Estudo Aprender + (SEAM)

A UAARE tem um ambiente de aprendizagem centrado no aluno-atleta, com um ambiente digital integrado com os espaços de aprendizagem “físicos”.  É composto por uma equipa pedagógica dedicada ao desenvolvimento de planos pedagógicos individuais, adaptados às necessidades dos alunos, como p.e. as ausências escolares e as manchas vermelhas (ensino e apoio a distância por antecipação);

A SEAM é um espaço que privilegia as diferentes áreas do perfil do aluno, através da personalização da aprendizagem integrada com as competências específicas do aluno-atleta. É um ambiente onde se promove a aprendizagem de pares, a colaboração, comunicação e auto-regulação, centrado numa metodologia baseada em evidências e na continuidade pedagógica entre as escolas da rede UAARE.

O trabalho na SEAM é articulado com o Conselho de Turma, numa lógica de passagem de casos entre colegas, onde é descrito de forma clara o diagnóstico das necessidades de aprendizagem do aluno-atleta, a intervenção concreta na SEAM, as evidências da atividade realizada pelo aluno e a reflexão posterior pelo par pedagógico (professor do CTe professor da SEAM). 

A personalização da atividade é conseguida através do conhecimento do registo histórico (plano pedagógico individual) dos apoios realizados na SEAM, com o desenvolvimento progressivo das aprendizagens essenciais e competências do perfil do aluno em situações concretas da vida do aluno-atleta, nomeadamente desportivas, com impacto na avaliação formativa do aluno.

Organização do espaço

A organização do espaço da SEAM é informada pela literatura e projetos sobre ambientes de aprendizagem inovadores, adaptada ao modelo pedagógico do programa UAARE.

Zonas funcionais da sala SEAM

  1. Zona de trabalho do/a professor acompanhante e, eventualmente, treinador/tutor – permite o trabalho individual do/a professor/a acompanhante, em pé ou sentado, com uma bancada de trabalho e cadeira, e um kit tecnológico fornecido pelo IPDJ a cada UAARE;
  2. Zona de trabalho individual – permite o trabalho individual dos alunos atletas, em pé ou sentado, com bancadas de trabalho e cadeiras;
  3. Zona de trabalho colaborativo – permite o trabalho em grande ou pequeno grupo, em pé ou sentado, com uma bancada de trabalho com monitor com projeção sem fios. Painéis de escrita que permitem a colaboração em pequenos grupos. A parede de colaboração adequa-se a trabalho individual ou em grupo, em superfície que permite p.e. a escrita com marcadores de whiteboard e a afixação com recurso a ímanes;
  4. Zona de trabalho Informal – permite o trabalho individual ou em grupos de 2, em posturas mais informais, ou apenas para ler um livro ou descansar;
  5. Zona de arrumação – permite a arrumação, p.e. em armários e favos com módulos de gavetas ou portas, de materiais de apoio, livros e dossiers dos alunos, equipamentos de TI, etc.;
  6. Zona de criação – permite a produção de recursos educativos digitais personalizados com recurso a tecnologia chroma key, bem como comunicações e apresentações orais interativas.

Zona de afixação (Mural) – permite a afixação de informações, notícias sobre troféus ganhos, fotos dos alunos, role models do desporto, folhas, trabalhos, etc, recorrendo p.e. a um sistema de pendurar e/ou magnético.

Equipamentos e aplicações

A 3.ª geração de kits tecnológicos UAARE entregue nas escolas no início de 2020 está alinhada com o ambiente de aprendizagem UAARE e compreende:

  • iPad 
  • Apple TV
  • Apple Pencil
  • Microsoft Surface Go com caneta e teclado
  • Microsoft Wireless Display Adapter
  • Cartão de memória
  • LG TV 55'' com suporte móvel
  • Cabos e acessórios 

Algumas aplicações essenciais para trabalho na SEAM:

  1. Teams
  2. Câmara
  3. Recorte e Desenho
  4. OneNote
  5. OneDrive
  6. iMovie
  7. Gravação de ecrã
  8. Escola Virtual
  9. Khan Academy

Cenários de utilização

Apresentam-se de seguida alguns cenários de utilização na SEAM, com recurso aos equipamentos e aplicações dos kits tecnológicos UAARE.

Projeção sem fios em pequeno grupo de apoio

Apoio a distância (síncrono e assíncrono)

Criação de recursos pelos alunos

Apoio em contexto de aula curricular

Apoio a atividades laboratoriais

Atividade fora da sala e em contexto relevante, p.e. desportivo, com colega

Utilização do caderno digital no apoio assíncrono ao aluno-atleta